cores na decoração

Hoje a matéria é uma das que mais gosto: efeito das cores no ambiente.

Você sabia que existe inclusive uma disciplina que trata apenas sobre a psicologia das cores? Pois bem, vou passar um pouco para vocês para auxiliá-los na hora de escolher a cor para o seu ambiente.

 

A psicologia das cores, nada mais é do que o estudo das sensações que as cores transmitem em nosso cérebro.

Você já deve ter escutado (ou reparado) que em grandes comércios as cores utilizadas são fortes? Você também já reparou que elas não estão lá ao acaso?

Cores como o laranja, vermelho ou amarelo causam um efeito de fome e inquietação, ou seja, em alguns restaurantes (já conhecidos) elas são utilizadas para que você tenha fome e coma rápido, para que o fluxo seja rápido e constante – mais cliente, mais dinheiro.

 

Também já reparou que em locais de meditação ou SPA, as cores são sempre leves (mistura de verde, branco, azul)? São cores que remetem ao relaxamento, a paz.

 

Vou tentar passar para vocês como funciona cada cor e como usá-las, assim se sentirão livres para pintar e bordar com elas da maneira que quiserem.

 

CLASSIFICAÇÃO:

Antes de tudo é necessário entender como elas funcionam, ou seja, existe a roda de cores, onde são divididas por primarias, segundarias e terciarias:

 

Lembra quando estava na escola e a professora misturava algumas cores para fazer outras? Então, as cores primarias são essas.

FONTE: Grafite .07 Arquitetura

Sabendo disso, temos algumas regrinhas de composição de cores, por sinal, elas são utilizadas não só na decoração, mas com publicidade, moda, marketing, maquiagem etc.

 

Abaixo seguem as vertentes da roda de cores (as composições que podemos fazer na decoração):

FONTE: Grafite .07 Arquitetura

MONOCROMÁTICA: é o famoso “tom sobre tom”, escolhemos apenas uma cor e utilizamos as várias tonalidades que ela proporciona, para realçar esses tons da mesma cor, a dica é apostar também nos tons preto e branco;

FONTE: Grafite .07 Arquitetura

ANÁLOGA: aqui utilizamos a cor primaria e as cores vizinhas. Se a ideia é não forçar a barra com o uso das cores, utilize como dominante a cor mais clara da tabela;

 

CORES COMPLEMENTARES: onde os opostos se atraem rss, reparem na roda de cores que utilizando essa opção, você terá uma composição com cores frias e quentes.

Vale a dica aqui: é uma opção bem marcante, cuidado com a escolha e estude bastante a composição antes (pega amostras, faça simulações etc.).

TRÍADE: funciona de maneira semelhante as cores complementares, mas incluímos mais uma cor.

O legal aqui é que podemos incluir o branco, bege e cinza (normalmente são as famosas paletas de cores utilizadas nos casamentos, sabe?).

FONTE: Grafite .07 Arquitetura

Agora que te ensinei como utilizar, vamos aos significados das cores?

A cor azul está relacionada com a nobreza e costuma ser usada para transmitir harmonia, tranquilidade e serenidade. Sendo uma cor fria, por vezes é associada à monotonia e depressão.

 

Esta é a cor mais associada à natureza e ao sentimento de esperança, mas também está relacionada com conceitos como saúde, dinheiro, vitalidade e juventude. Muitas vezes é usada em ambientes para ter um efeito calmante.

 

Utilizada para passar a sensação de luz e calor, o amarelo estimula o raciocínio e a criatividade. Também pode ser usada para representar alegria, otimismo e jovialidade.

 

O significado da cor roxa está muitas vezes associado à espiritualidade, mistério e misticismo. Esta cor é obtida através da mistura do azul e vermelho e costuma ser usada para transmitir melancolia.

 

É a cor do romantismo e da delicadeza, sendo mais associada ao mundo feminino. Os diferentes tons podem ter significados diferentes, mas normalmente esta cor é usada para se referir ao amor e à inocência.

 

Esta cor quente transmite muita energia e simboliza a paixão e amor. É uma cor forte e por isso muitas vezes também pode ser associada ao poder e violência. É conhecida por estimular a circulação e melhorar a autoestima.

 

É criada misturando vermelho e amarelo e transmite alegria e vitalidade. Também pode significar sucesso e prosperidade. Transmite entusiasmo, mas quando usada em exagero pode causar ansiedade e desgosto.

Considerada a cor da terra, a cor marrom expressa segurança, maturidade, conforto e simplicidade. Além disso, também é relacionada a produtos naturais e ao estilo de vida saudável.

 

Esta cor neutra corresponde à estabilidade, solidez e ausência de emoções. Muitas vezes é usada para representar elementos sofisticados. Apesar disso, para algumas pessoas associam o cinza à solidão, depressão e tristeza.

 

Representa a paz, a purificação, inocência e a clareza. Também é reconhecida como uma cor que transmite calma e ajuda a atingir equilíbrio. Na cultura ocidental representa alegria, enquanto na oriental está relacionada com o luto.

 

A cor preta é obtida quando ocorre a absorção de todas as radiações do espectro solar. Esta cor está relacionada à morte, solidão e isolamento. Além disso, também é considerada uma cor sofisticada e elegante.

 

Eai, qual cor é a sua queridinha?

 

Até mais,

Arq.ª Karina Pascoal